domingo, 1 de julho de 2012

UM AGRADECIMENTO...


O RECONHECIMENTO
Eu sou uma daquelas pessoas que acreditam imensamente no poder da união do povo. Do povo em geral, seja ele representado ou mesmo sem organização classista. Defendo fortemente o parágrafo único do artigo primeiro da Constituição Federal, que diz o seguinte: “todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos”.

Com a Odontologia não é diferente. Quando somos eleitos para representá-la, não podemos esquecer que o mandato não é nosso e sim de todos os profissionais da categoria. Foi a união da classe, e portanto do povo, que foi capaz de dizer não aos interesses individuais e às vaidades, de um determinado grupo, que jamais teve a intenção de devolver para ela, o poder que a mesma lhe conferiu. Falo dos últimos dez anos de história do Conselho Regional de Odontologia do RN. Tínhamos uma entidade voltada para si mesma. Não vislumbrava os interesses coletivos. Não ocupava o seu devido lugar na sociedade, não defendia as reais necessidades de quem representava. Era assim. Sem cor, sem gosto e sem vontade de crescer.

E o que nós fizemos? É muito simples: Tudo que deveria ter sido feito e não foi. Abordamos todos os segmentos que compreende às responsabilidades da Autarquia. E fomos muito mais além. Firmamos um pacto de parceria com o órgão que luta pelos direitos dos trabalhadores; o Sindicato. Um pacto fundamentado em propósitos reais e não fictícios, como alguns lacaios da política Odontológica têm feito. E conseguimos muito. Também abordamos responsabilidades que deveriam ser de uma associação. E a nossa está inerte há muito tempo. Edificou um “gigante de concreto” que não seve à categoria. Apenas à uma minoria que imagina que é dona. Chegamos em todos os rincões do Rio Grande do Norte.

E tenho certeza absoluta que foram todos eses motivos, que levaram os 217 Cirurgiões-Dentistas à sede do CRO-RN para lá, conferir o seu voto na eleição de Delegado-Eleitor. Destes, 186 disseram sim a Chapa 1. Portanto quase 86% dos votantes. Aí eu pergunto: que explicação se daria para tamanha expressividade? Perdôem-me os céticos de coração, mas não há outra resposta, se não a do RECONHECIMENTO de toda categoria, por todo o trabalho desenvolvido nos últimos 6 anos pela Diretoria. Os que se posicionam diferente disto, eu comparo com aquela máxima da ressaca do dia seguinte: “o problema foi aquela pipoquinha do tira-gosto, e não a grande quantidade de álcool que ingeri”. Contra fatos não há argumentos.

Portanto meus amigos, nesse momento eu quero AGRADECER. A todos aqueles que ainda acreditam no “sonho dourado” de mudar o mundo. MUITO OBRIGADO.
NATAL-RN, 28/06/2012
                                         

EIMAR LOPES DE OLIVEIRA
PRESIDENTE DO CRO-RN E DELEGADO ELEITOR DO RN
.

Nenhum comentário: